História da odontologia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
história da odontologia

A odontologia é uma ciência antiga, que há séculos busca promover a saúde bucal e os cuidados com os dentes na humanidade. Mas você sabe como ela surgiu e como os primeiros dentistas trabalhavam? Nesse artigo, viemos trazer dados e curiosidades históricas para que você conheça mais sobre essa área, que já foi muito diferente no passado, mas que hoje tem o objetivo de promover sorrisos mais saudáveis e bonitos.

O que é a odontologia

Primeiro é preciso ter em mente que a odontologia atual é definida como a área da saúde que cuida de todo o sistema estomatognático – crânio, face, pescoço e cavidade bucal. Dentistas tem um trabalho muito maior do que somente olhar os dentes do paciente! Toda a região da cabeça e do pescoço também pode ser tratada por profissionais da odontologia especializados nessas áreas.

Na formação universitária de um profissional de odontologia, algumas das disciplinas estudadas são: anatomia, fisiologia, microbiologia, patologia e bioquímica, dentre muitas outras. Atualmente, dentistas podem escolher se especializar em diversas áreas diferentes, como radiologia, ortodontia, odontopediatria e uma série de diversos outros campos específicos.

Muito mais do que a estética do sorriso, a responsabilidade da odontologia é de avaliar a saúde do paciente como um todo, por meio dos sinais encontrados na região bucal, que podem inclusive refletir sintomas de doenças sérias. Por isso, o profissional da odontologia é essencial para quem procura manter bons cuidados com a saúde no geral.

O surgimento da odontologia

Agora que você já sabe o que é a odontologia, está na hora de conhecer mais sobre o surgimento dessa área da saúde. A odontologia como conhecemos hoje levou séculos para ser aperfeiçoada, mas já no período pré-histórico existem registros de possíveis ferramentas rudimentares que eram usadas para o tratamento dos dentes.

O que é consenso na ciência é que a odontologia foi criada a partir da necessidade dos povos antigos de acabar com as dores de dentes, provocadas por bactérias e infecções. Historiadores já encontraram evidencias de que ferramentas primitivas de cuidados com os dentes existiram em diversas partes do mundo, como no Egito, na Grécia, na Mesopotâmia e na China. Por desconhecerem a ideia de bactérias, muitas dessas civilizações acreditavam que eram vermes os responsáveis pelos problemas nos dentes.

Nesses lugares, foram encontrados manuscritos e achados arqueológicos que comprovam que os seres humanos já estavam estudando formas de extrair os dentes e tentar entender porque eles se deterioravam.

O aperfeiçoamento da odontologia

Foi durante a idade média, em 1363, que Guy de Chauliac utilizou pela primeira vez o termo “dentista” na cidade de Avignon na França. Na época, essa palavra estava ligada à pessoa responsável por extrair dentes, geralmente apodrecidos e que provocavam dores.  Foi por volta do final dos anos 1500 até os anos 1700 que as ferramentas de extração dentária foram sendo aperfeiçoadas em diversos lugares da Europa, se tornando mais sofisticadas. A partir de 1700 os primeiros estudos sobre novas técnicas na odontologia começaram a ser publicados ao redor do mundo

  • Em 1728, Pierre Fauchard, considerado o “pai da odontologia moderna”, publicou a obra “Tratado dos dentes para cirurgiões dentistas”, onde descrevia a anatomia oral, técnicas para remover cáries e restaurações;
  • Claude Mouton, em 1746, publicou o primeiro estudo relacionado à prótese dentária;
  • Em 1754, Lecluse criou uma técnica especial para extração dos terceiros molares inferiores;

Em 1810, surgem as primeiras cadeiras de dentista mais confortáveis nos Estados Unidos, com uma bandeja acoplada para facilitar o trabalho dos profissionais. Os consultórios de dentistas, assim como os equipamentos e as cadeiras onde os pacientes se sentavam foram ganhando adaptações para serem mais otimizadas, práticas e confortáveis. Já a anestesia como a conhecemos hoje começou a ser utilizada por volta do final dos anos 1800.

Foi no século XX que a odontologia deixou de ser somente usada para a cura e começou a ser vista como uma forma de prevenção. Hoje, a odontologia preventiva tem como objetivo impedir o surgimento de problemas como cáries, gengivite, problemas ligados ao posicionamento incorreto da mandíbula, entre outros. Isso porque, ao contrário do passado,  já se sabe que esses problemas podem levar a consequências graves não somente para os dentes, mas para todo o corpo humano.

Desde que a humanidade percebeu a importância da saúde bucal para a saúde como um todo, muitas coisas mudaram, hoje é quase impossível imaginar extrair um dente sem anestesia, o mesmo acontece com as outras áreas da odontologia, como é o caso da ortodontia, que também passou por muitos avanços até chegarmos a modelos de aparelhos ortodônticos quase imperceptíveis, os alinhadores transparentes, aqui na Smilink somos especialistas nesta tecnologia e contamos com um time de dentistas e ortodontistas focados em entregar não só um sorriso esteticamente bonito, mas saúde e bem estar aos nossos pacientes.

VEJA TAMBÉM