Por que o aparelho invisível Smilink não é indicado para mim?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Por que o aparelho invisível não é indicado para mim?

Antes de qualquer coisa, é importante deixar claro o quanto a Smilink se preocupa com a sua saúde e bem-estar e que, exatamente por isso, sabe reconhecer seus limites técnicos e ser transparente com cada paciente.

Essa conversa clara e objetiva ocorre antes mesmo do início de qualquer passo do tratamento, assim que as imagens do sorriso são enviadas, antes da videoconferência, e a confirmação de que o aparelho invisível é a melhor indicação é confirmado após os exames diagnósticos. É a partir deles, juntos, que o ortodontista consegue entender a possibilidade ou inviabilidade de se iniciar um tratamento com aparelho invisível.

A partir dos exames de raios-x e escaneamento 3D, o profissional visualizará como estão seus dentes e gengiva e quais as reais chances de se obter resultados positivos.

É aí que nosso profissionalismo e seriedade são provados para você.

Em Quais Casos o Aparelho Invisível Não é Recomendado?

Observando o resultado dos exames e reunindo provas suficientes, o ortodontista, enfim, informa ao paciente sobre a não impossibilidade de corrigir seu sorriso com aparelho invisível.

Alguns fatores determinam essa decisão, como mordida profunda ou cruzada e rotação maior que 30°. Esses são exemplos de alguns casos de maior complexidade e que, obviamente, necessitam de maior tempo de tratamento, algo que foge da premissa dos alinhadores transparentes da Smilink.

Nosso ideal é que você não só aceite o que pode ou não ser planejado, mas que entenda os porquês e confie em nossos profissionais: a melhor escolha para a sua saúde sempre será a escolha tomada.

 Se Não o Aparelho Invisível, Como Alinhar Meus Dentes?

A gente entende seu descontentamento e insegurança em não optar por outro método de tratamento, mas, se o aparelho invisível não é uma opção, vamos entender qual é a melhor forma para que você conquiste, enfim, o sorriso dos sonhos?

Em geral, casos que não se tratam de má oclusão pedem por tratamentos conhecidos como “híbridos”, que seria um mix dos métodos móvel e fixo.

Por exemplo, quando o problema está nos ossos da face ou exige maior movimento da mandíbula, os alinhadores não são indicados.

Nesses casos e em qualquer coisa que envolva sua saúde bucal, a indicação é sempre: converse com um profissional especialista. É ele que solicitará os exames necessários, assim como falará qual tratamento vale ou não a pena seguir.

Dito isso, em muitos dos casos mais extremos, o tradicional aparelho fixo pode ser o solucionador dos seus problemas.

Se Não o Aparelho Invisível, o Aparelho Fixo é Uma Saída?

Sim! Como dito anteriormente, é claro que tudo só pode ser confirmado por um bom profissional, mas o aparelho fixo tem grande potencial em proporcionar o alinhamento e correção dos dentes.

VEJA TAMBÉM