Dentes tortos e desalinhados – quais problemas eles causam para a sua saúde

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
dentes tortos e desalinhados

Um sorriso bonito e alinhado não é apenas uma questão de autoestima. Dentes desalinhados e tortos podem trazer uma série de problemas de saúde que, se não corrigidos com o uso de aparelhos ortodônticos, podem levar a dores e desconfortos com o passar do tempo.

O tratamento dentário é fundamental para garantir uma boa qualidade de vida, com mais saúde e bem estar. Conheça a seguir os possíveis problemas que o desalinhamento dos dentes pode causar e veja como corrigi-los pode ser simples e prático

Problemas de saúde causados por dentes desalinhados e tortos

Os dentes em posição incorreta podem causar diversos problemas em todas as fases da vida de uma pessoa. Um dos mais comuns, em curto prazo, são as cáries e a gengivite, que surgem por conta do acúmulo de tártaro entre os dentes que, quando são desalinhados, se tornam mais difíceis de limpar. Dessa forma, as bactérias se proliferam com mais facilidade entre os dentes. Esses problemas podem levar a sérias inflamações e danos na arcada dentária.

Dores de cabeça ou durante a mastigação de alimentos também podem se tornar comuns para quem tem os dentes muito desalinhados. A posição incorreta faz com que a mandíbula seja forçada de forma errada na hora da alimentação, o que, com o tempo, pode levar a fortes dores de cabeça e na própria mandíbula.

Até mesmo problemas de respiração podem surgir em longo prazo, quando os dentes não são alinhados, o que gera desconfortos na rotina do paciente.

O que causa o desalinhamento dos dentes e como corrigi-los?

Na maioria das vezes, os dentes permanecem nascem tortos pela falta de espaço na mandíbula. Os dentes também podem se entortar por muitos fatores como herança genética, hábitos na infância (como chupar o dedo ou usar chupeta), perda óssea com o avanço da idade, respiração incorreta (respirar pela boca) ou até mesmo o nascimento dos dentes do siso.

Outros fatores menos comuns para o desalinhamento, porém também possíveis são o bruxismo, e hábitos ruins ligados ao estresse, como roer unhas ou pressionar a língua contra os dentes.

Ao longo dos anos, mesmo pessoas que usaram aparelhos fixos durante a infância e adolescência podem voltar a ter os dentes tortos, por conta dos fatores acima ou pelo uso incorreto dos aparelhos de contenção após o final do tratamento. Por isso, quando um tratamento dentário é feito para corrigir esses problemas ele deve ser seguido até o final, incluindo o uso dos aparelhos de contenção.

A boa notícia é que corrigir dentes desalinhados e tortos, mesmo para quem já usou aparelho antes e voltou a ter esse problema, está cada vez mais rápido, prático e indolor. Os alinhadores invisíveis são uma das opções mais procuradas por quem já corrigiu os dentes uma vez, ou por adultos que buscam um primeiro tratamento ortodôntico e não querem usar aparelhos fixos.

Removíveis e totalmente transparentes, o alinhador invisível corrige os dentes tortos de forma muito discreta e praticamente imperceptível, permitindo ao paciente continuar com suas atividades de rotina sem nenhum problema. Os alinhadores são mais confortáveis, pois não possuem nenhuma peça de metal e também agem de forma muito mais rápida do que um aparelho convencional. O tempo médio de finalização de um tratamento com alinhadores invisíveis pode ser de 4 a 12 meses, enquanto aparelhos comuns podem levar até 2 anos ou mais.

Cansou de ter dentes desalinhados e quer corrigir esse problema? Agende já sua pré-avaliação gratuita com um dentista Smilink e conheça nossas soluções para deixar seu sorriso mais bonito e saudável!

VEJA TAMBÉM

fissura labiopalatina

Fissura labiopalatina: o que é?

Segundo estudos, uma a cada mil crianças nascidas no Brasil nascem portadoras da malformação, considerado pela OMS como um dos maiores problemas relacionados à saúde bucal. Entenda melhor na matéria .